A Morte Te Dá Parabéns – Ou mais um filme da franquia pânico


O filme A Morte Te Dá Parabéns (Happy Death Day em inglês) conta a história da Tree (Jessica Rothe – La La Land ) que é a típica jovem de universidade americana, popular, membro de uma fraternidade e ainda tem a habilidade de quebrar os corações dos jovens do sexo masculino. O longa começa com a protagonista acordando em um quarto de cara que ela não conhece e é o dia do seu aniversário, percebemos como ela trata cada uma das pessoas presentes em sua vida. Ao fim do dia ela é assassinada por um mascarado e inesperadamente sobrevive para acordar no mesmo quarto de um cara que ela não conhece e o dia anterior se repete.

Com uma mistura da série Scream Queens (Emma Roberts) e o clássico Feitiço do Tempo (Bill Murray), em A Morte Dá Parabéns a protagonista patricinha tem a chance reviver várias (e várias) vezes o mesmo dia e no decorrer do filme tem a chance de perceber o seus erros e concertá-los.



É um filme interessante, porém a sensação eterna de dèjá vu causa um efeito massante e a vontade de acelerar o filme aumenta à medida que Tree continua acordando no quarto do rapaz. É um terror com bastante teor de comédia. Lembra um pouco Todo Mundo em Pânico e aquela sensação de descobrir quem está atrás da máscara. Durante o filme somos apresentados à diversos personagens que podem ser os possíveis assassinos e há também a curiosidade em descobrir os motivos que o levam a matar Tree.

De inicio, ao ver o pôster não me senti muito interessada pois ele tem um ar daqueles filmes besteirol americano, o que ele não é. Mas me diverti muito dando uma de Sherlock Holmes e tentando descobrir quem estava por trás da máscara. Achei os desdobramentos bem elaborados e com um final diferente do que eu esperava, que não ofende a inteligência do espectador e, pelo contrário, surpreende.

A Morte te da Parabens

 

E vocês ... o que acharam do filme?