Marvel's Agents Of S.H.I.E.L.D., uma das melhores produções de tv da Marvel


Quem acompanha Agents Of S.H.I.E.L.D. desde o começo, sabe que a série teve uma evolução gigantescas ao longo de cinco anos. E esse é um dos motivos para o programa ser uma das melhores produções da Marvel na televisão.

Tudo começou em 2012, o lançamento de Os Vingadores fez com que muitos fãs ficassem órfãs de um personagem muito querido no universo cinematográfico, o agente Phil Coulson.

A morte foi causada por Loki, e esse foi um dos motivos para juntar de vez o grupo de heróis que estreava nas telas do cinema. Essa tragédia iria se tornar uma das motivações para os Vingadores deixarem as diferenças de lado, e impedirem que o vilão dominasse a Terra.

Mas o público queria mais do personagem, que fez sua estreia em Homem de Ferro 2 e se tornou um dos responsáveis por juntar os heróis mais poderosos da Terra. Foi no mesmo ano de lançamento de Os Vingadores que os fãs iniciaram uma campanha chamada Coulson Lives, foi aí que a Marvel viu uma oportunidade de levar seus produtos cinematográficos para a televisão.

Ainda em 2012 a série foi anunciada, e junto revelaram que o agente Phil Coulson iria retornar. Nascia ali um universo expandido da Marvel na televisão.


O Nascimento do Ícone


A série se passava meses depois dos eventos de Os Vingadores, sendo necessário criar um plot onde a S.H.I.E.L.D. iria ressuscitar Coulson. Com um começo de primeira temporada morno, a série teve um virada sensacional que iria se conectar com a história de Capitão América: O soldado invernal.

Com a queda da S.H.I.E.L.D., a série conseguiu se renovar, colocando um dos agentes como um infiltrado da H.Y.D.R.A.. Bastou isso pro rumo da série mudar completamente, e de agora em diante o objetivo era de se manter no mesmo nível durante as outras temporadas.

Sem dúvida alguma, a melhor coisa da série é a evolução dos personagens.

Skye, a hacker que queria expor a S.H.I.E.L.D., se tornou a inumana Tremor e uma das melhores agentes do grupo. Fitz e Simmons, foram de dupla dinâmica para o casal mais amado da série, a construção de ambos não só como casal, mas também como pessoas é ótima. Também foi possível ver mais de Coulson, que conseguiu manter o cargo de personagem mais querido pelo público.



 

Mudanças que Vieram para o bem


Em cinco temporadas a série vem conseguindo abordar muitos temas interessantes, e dividir a temporada em duas partes foi algo que deu um novo fôlego para o programa. Desde a quarta temporada a série vem adotando este método.

A primeira parte da quarta temporada foi focada no Motorista Fantasma, uma das versões do Ghost Rider.

Já a segunda apresentou ao público a A.I.D.A., uma inteligência artificial que nos moldes de Ultron - só que uma versão bem melhorada, diferente do vilão que vimos em Vingadores 2 -  começou como aliada, e depois se tornou vilã do arco.

Nessa quinta temporada resolveram brincar com viagem no tempo, mandando o grupo para um futuro onde a terra foi destruída e os sobreviventes foram escravizados pela raça Kree.

Com o final da primeira parte, os personagens voltaram para sua linha de tempo atual, e agora tentam impedir que esse futuro pós apocalíptico aconteça.

Só existem pontos positivos para essas divisões em arcos. Como uma temporada tem uns 22 episódios, fazer isso deixa a série menos cansativa, e sem necessidade de ficar enrolando a história. O que também dá uma oportunidade de criar muito mais coisa e consequentemente dar uma evolução maior para os personagens.

Vale lembrar também que a série fez o que deveria ter feito desde a primeira temporada.

A história de “Universo compartilhado” era só um nome bonitinho para atrair mais público, na prático isso nem existe.

Até hoje nunca foi citado nos filmes - e nas séries da netflix como Demolidor e etc - algo sobre os agentes, então pra que se prender em filmes sendo que podem criar muito mais? Foi isso o que fizeram desde a quarta temporada, e tem dado muito certo.

Se você desistiu da série lá na primeira temporada, tenta dar uma chance de novo. :)