O fim de uma era para Rick Grimes e seus aliados?


No último domingo (16/04/2018), encerrou-se a criticada 8° temporada de The Walking Dead, com isso todas as lacunas criadas foram resolvidas. Foi finalizada a esperada Guerra Total e o confronto com o temível Negan e seu bastão Lucille.



O último episódio trouxe para os espectadores uma dimensão do que toda a guerra causou aos aliados de ambos os lados. The Walking Dead vinha sendo muito criticada pela grande queda de qualidade, sendo considerada arrastada como "novela mexicana" e sem ação nenhuma. Diversos fãs acabaram abandonando a série por esses motivos.

Mas isso não é o fim [pelo menos não agora]


Passados novos 7 episódios em 2018, a série acabou colocando muito da parte sentimental em seus roteiros, conquistando ainda mais os fãs que continuaram acompanhando para saber motivos de mortes importantes na trama.

Scott M. Gimple, showrunner da série, queria uma despedida do cargo em grande estilo, encerrando um ciclo de oito temporadas, fazendo com que o grupo tivesse um "final" para esses anos todos de série. Uma despedida e tanto para o showrunner e co-escritor da série.

Para todos que abandonaram a série, digo que deveriam se esforçar para assistir esse "final''. Ele traz o fim de um arco longo de The Walking Dead e resgata a essência da humanidade dos personagens, resgata a vontade e a empatia para com os outros que estão por vir.

 

The Walking Dead retorna em Outubro de 2018 para sua 9° e possivelmente última temporada.