Nova produção do canal Showtime, 'Patrick Melrose' adapta uma série de cinco livros.




Tenho que confessar que sou do tipo de cara que assiste filmes e séries (pelo menos o primeiro episódio) se tiver um ator que eu goste muito. Foi assim que comecei a ver séries como 'Fargo' e 'Counterpart', e filmes como 'Cargo' e 'Animais noturnos'. Todos ótimas produções. Então, quando vi que Benedict Cuberbatch, o Sherlock Holmes e Doutor estranho, faria uma minissérie baseada em livros elogiadíssimos, já corri pra saber quando estrearia. E o que posso dizer, é que 'Patrick Melrose' tem tudo pra ser uma minissérie de destaque nesse ano.

A produção é baseada numa série literária escrita por Edward St. Aubyn, que narra a vida conturbada e angustiante de um playboy. Porém, Patrick Melrose não é apenas um homem rico que ostenta seu dinheiro em drogas e mulheres. Ele enfrenta demônios internos que o fazem sucumbir diante de seus vícios e traumas do passado. Cada episódio vai adaptar um livro da saga, e a trama se desenvolve ao longo de alguns dias conturbados da vida de nosso protagonista. Além de se passar em diferentes épocas de sua vida.

Até agora só foram exibidos os dois primeiros episódios, talvez eu volte a falar dela quando for finalizada. Mas, no momento só quero falar sobre minhas primeiras impressões e convencê-los a assistir esse drama com pitadas de um humor britânico.

A odisseia de um viciado.



No início do episódio, Patrick recebe a notícia de que seu pai morreu, e para nossa surpresa, ele fica feliz. Logo nesse início já percebemos que há um histórico de relacionamento ruim entre os dois. E isso fica ainda mais evidente por flashbacks que surgem a partir das alucinações de Melrose. O primeiro episódio compra a ideia de nos apresentar todas as faces de nosso protagonista.


E quem rouba a cena desse piloto é justamente nosso querido Benedict. Tenho que confessar que me lembrou bastante sua atuação em 'Sherlock', mas Patrick acaba se tornando único devido ao seu vício em drogas. Além de ser arrogante e extremamente inconsequente, Melrose é um cara que ao mesmo tempo que tenta controlar tudo, acaba perdendo o controle de sua vida ao utilizar diferentes tipos de drogas e sofrer constantemente de crises de abstinência. Fora seus traumas mal tratados do passado.

O elenco também é composto por nomes como Jennifer Jason Leigh (de 'Os oito odiados') e Hugo Weaving (de 'Matrix'). David Nicholls (escritor do livro 'Um dia') roteiriza, e o pouco conhecido Edward Berger fica na direção. A produção tem ótimos diálogos, uma fotografia que nos coloca na mente do protagonista e a edição junto com alguns planos nos colocam naquele sentimento de fundo do poço que é recorrente para Patrick.

'Patrick Melrose' é uma minissérie que ao todo terá 5 episódios. E te garanto que se todos eles seguirem o nível de qualidade do primeiro, essa será uma das produções de TV mais marcantes de 2018. E olha que nesse ano já tivemos minisséries como 'Waco' e 'American Crime Story: The assassination of Gianni Versace'.

Ah, ela não está disponível na Netflix.