"Opa, mas é um filme do Adam Sandler" -  galera, esquece esse detalhe!


A narrativa inicial do filme é centrada em uma familia Nova Yorkina. Harold Meyerowitz (Dustin Hoffman) é o patriarca da família, casado com Maureen (Emma Thompson) e pai de Matthew (Ben Stiller), Danny (Adam Sandler) e Jean (Elizabeth Marvel). Harold já é aposentado, extremamente vaidoso e narcisista. Como um grande artista Harold tem uma oportunidade unica de ter seu trabalho reconhecido por todos com uma exposição sobre sua vida e arte. Tudo ocorria bem com os preparativos e organizações para com o aguardado dia de sua exposição até ficar muito doente. Com esse empecilho de ultima hora toda sua familia se desespera obrigando-os a se unirem nesse momento tragico. E é exatamente nesse momento que todos os dilemas familiares, magoas passadas e conturbações dos personagens se afloram.



 

Uma Historia familiar que ao mesmo tempo que é simples também é complexa


No filme todos os personagens tem suas historias muito bem exploradas e com uma empatia tamanha, todas guiadas pelo patriarca Harold. Cada filho tem seu dilema e sua magoa passada que foi fruto da vida em que foi criado junto ao seu pai. São três filhos que todos tentam de uma forma ganhar a atenção e amor do pai, mas o que podemos dizer com certeza que mais lutou por isso e menos conquistou foi Danny, que temos que concordar esteve muito bem no filme.

Apresentando essa grande família


Danny é um Pianista fracassado que depois de seu divorcio não se tem outra escolha a não ser voltar a morar com seu pai. Sua filha, interpretada por Grace Van Patten é um grande destaque no filme. Sua atuação esta incrível e nos traz momentos grandiosos ao lado do seu pai. Digo com total transparência que depois de Sandler, ela sem duvidas é quem rouba a cena no longa. Chega a ser estranho falar que um trabalho do Adam Sandler tem essa qualidade. Pois sabemos do seu currículo em Hollywood. Apesar que devo admitir adorar diversos filmes dele, já que creio serem feitos com o intuito de ser bobo mesmo. Entretanto em The Meyerowitz Sandler esta incrível.

Ben Stiller que interpreta Matthew e o filho mais novo de Harold. Tambem é um grande destaque no filme, pois sentimos suas angustias e competitividade com os irmãos. Ele por ser o único bem sucedido, realmente não gosta do titulo de filho favorito de seu pai. Sinto que o papel de Ben Stiller não mudou muito dos outros papeis que já interpretou em outros filmes. Mas está de se maravilhar sua caracterização já que a melancolia do personagem se encaixa totalmente na trama.

Temos por fim Jean a filha do meio e também a mais dispersa. Algo triste pois não é explicado do porque ela ser só mais uma filha de Harold e só estar la no filme mesmo. Temos uma ou duas cenas protagonizadas por ela que até da para sentir um pouco da personagem. Mas nada de grande impacto. Mauren atual esposa de Harold, também não é muito explorada. Porem o pouco que aparece em tela da um show, afinal de contas é a genial Emma Thompson que a interpreta.


Um filme que vale a pena!


Podem julgar o filme o quanto for por conta do Adam Sandler. Mas garanto que irão se surpreender se conferirem. O filme não chega a ser um clássico do drama como The Godfather, nem um clássico do humor negro com Dr. Strangelove. Entretanto consegue juntar esses dois gêneros de uma forma bem dinâmica com uma grande dose de melancolia e empatia. Outro grande ponto é sua paleta de cores bem desbotada e morta de total intencionalidade.



Devemos destacar também que o filme de Noah Baumbach de fato não é qualquer um. Sendo ovacionado em Cannes. Festival esse que tem grande preconceito com plataformas de Streaming. Mas mesmo assim ganhou o gosto de todos os críticos assim como a atuação de Adam Sandler que chegou a ser cogitada à estar no Oscar. Realmente o Filme é sensacional, sim claro, tem seus pequenos erros que não chegam a incomodar, apenas os notamos mesmo, porem nada que faça desligar a tv e irmos dormir. Enfim se estão sem nenhuma ideia do que assistir e não quer nada muito meticuloso ou complicado, The Meyerowitz Stories é a escolha certa.