Livro original de "Sweeney Todd" será publicado no Brasil pela Editora Wish


Ah, meu amigo cinéfilo. Tenho certeza que ao lembrar de "Sweeney Todd" imagens macabras (ou nem tanto) se criam em seu imaginário. Quem lembra do musical dirigido por Tim Burton e interpretado por um dos melhores filmes da dupla Johnny Depp e Helena Bohram Carter? O misto de terror, suspense e musical mostrou "um filme de execução impecável".

 



 

Mas, antes mesmo de nos deliciarmos das tortas da Srta. Lovett, no século XIX elas já eram as queridinhas de Londres. Originalmente publicado em 1846, a história do barbeiro que assassinava seus clientes e fornecia a carne dos corpos para a fabricação das tortas era publicada em folhetins. Depois de passar pelo teatro ela invadiu as telonas e agora, volta numa versão ainda mais íntima.

Recentemente a Editora Wish lançou uma campanha no dia 07 de maio uma campanha de financiamento coletivo para publicar o livro no Brasil. Sim! A obra original "Sweeney Todd, o barbeiro demoníaco da Rua Fleet (1846)" ganha uma versão brasileira. A campanha ainda está no ar e ficará rolando por um pouco mais de um mês. Hoje (30), ela já conta com 84% da meta alcançada. Quem colaborar, além do exemplar, ganhará brindes exclusivos.

 





 

As doações são a partir de R$25, para cada tipo de doação, uma recompensa. O livro vai ter de 300 a 350 páginas, impresso em papel off-white (bege) de alta qualidade, com acabamento fosco na capa, em português pela mesma tradutora de diversos lançamentos da Darkside, Morro Branco e Valentina. O livro e brindes serão entregues em sua casa em Outubro, antes do Halloween! [Pra rolar todo um climinha medonho, eles pensam em tudo, eu sei]. Você pode conhecer um pouco mais, se apaixonar ainda mais e apoiar pra essa campanha ir ainda mais longe. Clique aqui para mais detalhes!

 





 

Direção e projeto gráfico: Marina Avila – CEO da Wish
Tradução: Ana Death Duarte
Revisão: Karine Ribeiro
Prefácio: Valquíria Vlad
Administração de Envios: Marcia Avila

Motivos para apoiar a Editora Wish


Conheci a Wish da melhor maneira possível: procrastinando. No meu feed, o anúncio de uma publicação exclusiva de um kit com 3 volumes de Contos de Fadas em suas versões originais. Comprei. Pague um preço justíssimo. Design incrível com algumas ilustrações originais. Marca páginas fofo. Bolsinha sustentável para guardar os livros. Resultado: virei fã.

Descobri uma série de outros títulos que me interessam tanto quanto. Descobri que a equipe é conhecida e reconhecida pelo trabalho com textos antigos. Descobri que a equipe fixa é composta por mulheres. Descobri que a editora apoia, fomenta e abre espaço para participações em antologias. Não descobri: se o Áureo é um gato ou uma raposa.

Mas aviso, é uma odisseia sem volta.