Do mesmo criador de 'The Wire', 'The Deuce' é uma superprodução da HBO que não teve a repercussão merecida.


A HBO é talvez o canal mais bem sucedido quando se trata de criar séries de sucesso. É detentor de séries extremamente aclamadas como 'Os Sopranos', 'Six Feet Under', Game of Thrones' e 'The Wire'. E o criador desta última, David Simon, está por trás de uma grande nova produção do canal: 'The Deuce'. Uma série que teve um investimento alto, um elenco incrível e conta com Michelle MacLaren, diretora de episódios de 'Breaking bad' e 'Game of Thrones', na direção.

'The Deuce' tem como plano de fundo a Nova Iorque dos nos 70. Uma época em que a cidade estava à beira da falência, e enquanto alguns pontos pareciam glamourosos, outras áreas já estavam podres sob o controle de traficantes e líderes da Mafia. Porém, foi nessa época, em meio a todo o mar de crime, drogas e prostituição, que a indústria do pornô ganhou força. E a série mostra justamente o crescimento e fortalecimento desse produto.

A série se divide basicamente em dois núcleos. O primeiro tem no centro dois irmãos gêmeos (James Franco) de personalidades completamente diferentes, mas que trabalham juntos e começam a gerenciar bares que pertencem à um mafioso. E no outro núcleo temos Eileen (Maggie Gyllenhaal), uma prostituta que busca mudar de vida. E nessa parte da série vemos todo o universo da prostituição e como os cafetões tratam "suas garotas", literalmente como produtos.


Grandes personagens, grandes histórias.


O maior acerto da série é sem sombra de dúvidas seus personagens. David Simon faz questão de contar a história de maneira lenta. Se preocupando em mostrar todas as faces dessa Nova Iorque problemática sob a perspectiva deles. O criador insere muitos personagens na história, para que assim possa movimentar a trama lentamente conforme eles vão amadurecendo.

O desenvolvimento da história se deve à profundidade desses personagens. Porém, isso não quer dizer que se trata apenas das pessoas, mas sim do ambiente que é criado. Aqui vemos uma cidade sem lei, comandada pelo crime, e temos a prostituição como refúgio de garotas que estão praticamente sem opções. Toda a violência e cultura ultrapassada daquela época é mostrada sem tentar amenizar pontos. E vemos toda essa sujeira pelos olhos dos ricos, pobres, violentadores, violentados, criminosos e policiais. Ou seja, mesmo tendo a indústria pornô como centro da trama, David se preocupa mais em desenvolver todos os personagens e suas perspectivas naquele ambiente.

'The Deuce' é uma ótima série para os fãs de um bom drama que investe em diálogos e situações. Michelle MacLaren  faz um trabalho fenomenal na direção, sempre evidenciando a frieza e crueldade daquela Nova Iorque sem brilho. A ambientação também é certeira, que fundida com a trilha sonora e ótima fotografia nos coloca naquele ambiente de maneira bem eficaz.

Por fim, só tenho elogios à 'The Deuce', não é uma série sem problemas, porém eles não a prejudicam. É uma boa pedida pra quem está cansado da mesmice que está se tornando o mundo das séries. Mais uma vez a HBO mostra que é o canal mais bem sucedido desse ramo. E quem mais ganha somos nós.

'The Deuce' foi lançada em agosto de 2017, sua 2ª temporada tem previsão de estreia pro final desse ano. Ela está disponível no HBO GO.