A Maldição da Residência Hill traz um suspense que te prende do início ao fim!


A Maldição da Residência Hill é o mais novo investimento da Netflix. Conforme a série foi divulgada, a primeira impressão que temos é que teremos uma série de terror “cabulosa”, mas já adianto, a série foca em um suspense que segue do primeiro ao último episódio de uma forma incrível.

A Netflix vem investindo em diversos títulos (filmes e séries), onde infelizmente a maioria vem sendo decepção para os clientes do serviço de streaming. Uma outra coisa que decepciona é a quantidade de conteúdo que é liberado e a demora para as continuações. Mas vamos deixar isso de lado e ir ao que interessa, a série!

A Maldição da Residência Hill (The Haunting of Hill House) traz uma família com sete integrantes: Olivia Crain (a mãe arquiteta interpretada pela atriz Carla Gugino), Hugh Crain (o pai engenheiro interpretado pelos atores Henry Thomas e Timothy Hutton), e as crianças Shirley Crain (interpretada por  Lulu Wilson e Elizabeth Reaser), Steven Crain (interpretado por Paxton Singleton e Michiel Huisman), Theodora Crain – “Theo” (interpretada por Mckenna Grace e Kate Siegel) e os gêmeos Eleonor Crain – “Nell” (interpretada por Violet McGraw e Victoria Pedretti) e Luke Crain (interpretado por Julian Hilliard e Oliver Jackson-Cohen).

[gallery type="slideshow" size="large" ids="5847,5846"]

Temos uma família de mudança para a Residência Hill por tempo determinado, onde o casal Olivia e Hugh irão trabalhar na reforma da casa para uma venda futura e mudança do local. Porém, as coisas mudam de rumo quando coisas estranhas começam a acontecer na casa, e na maioria das vezes notadas apenas pelas crianças. O mais interessante é que de primeiro momento pensamos que veremos todos os acontecimentos estranhos após a mudança da família, mas não é assim que acontece. A trama se passa anos depois quando todas as crianças já estão adultas e vivendo suas vidas, e esse é o enredo da série, mostrar o presente, como cada um reagiu aos acontecimentos e também mostrar lembranças dos ocorridos na casa.

A produção da série consegue trabalhar com o passado e futuro de uma forma incrível e nada cansativa, a cada episódio você se prende a história e quer saber o que vem a seguir. O desenvolvimento dos episódios é muito bom e te surpreende a cada acontecimento, mesmo a série não tendo tanto sustos como muitos esperavam. O suspense é bem trabalhado e tem um resultado satisfatório assim como a trilha sonora incrível que segue até o último episódio.

A Maldição da Residência Hill - Crítica sem spoiler!

 

Os atores abraçaram seus personagens trazendo ótimas atuações, com isso, você se apega aos personagens, inclusive as crianças. Eu me dediquei a série e aos seus acontecimentos, então toda agonia, todo o clima de suspense, medo, curiosidade que os episódios trazem eu senti. O elenco entendeu o roteiro e fizeram um ótimo trabalho e com certeza conquistaram diversas pessoas.

Acho que o único ponto negativo é a série ter apenas dez episódios. Mas mesmo com poucos episódios (uma pena), a série te entrega um começo, meio e fim, e ainda consegue te deixar boquiaberto com o decorrer dos episódios e a finalização.

 

Eu me apeguei aos personagens, porém, a Theo conquistou meu coração! É impressão minha ou ela lembra bastante a Angelina Jolie? Me digam que não estou louco, please!!!!

A Maldição da Residência Hill - Crítica sem spoiler!

 

TRAILER:

https://youtu.be/6EX7ifK_tKU

E para finalizar, se caso leu essa crítica e ainda não assistiu a série, está esperando o que? Corre lá, essa é uma das produções da Netflix que você NÃO deve perder!

Acompanhe o Pipocando Notícias ♥


 – Facebook
– Instagram