“Por isso, assim diz o Senhor: Trarei sobre eles uma desgraça da qual não poderão escapar. Ainda que venham a clamar a mim, eu não os ouvirei.” - Jeremias 11:11


 

Nós (Us) novo filme do diretor Jordan Pelle (Corra!) foi considerado como um dos filmes de terror mais esperado. Mas parece que os fãs não se agradaram muito. Agora a dúvida é: o filme é ruim ou faltou entendimento?

 

 

Assistir ao filme apenas uma vez talvez não seja o suficiente para captar toda a mensagem que o diretor quer passar público. Um pouco confuso “Nós” te deixa na dúvida entre gostar ou não do filme ao decorrer da história.

Nós - Crítica Sem Spoiler

 

Uma mãe (Lupita Nyong’o) e um pai (Winston Duke) levam seus filhos para sua casa de praia esperando se desligarem e se descontraírem com os amigos (incluindo Elizabeth Moss). Conforme a noite chega, a serenidade transforma-se em tensão e caos quando alguns visitantes chocantes chegam sem serem convidados.”

 

Diferente de “Corra” que tinha como ponto focal o racismo, o novo filme do diretor traz novos temas. O racismo ainda é presente na história, mas dessa vez temos também política, exclusão social e até uma pitada de religião.

VALE A PENA OU NÃO?


Nós tem uma narrativa crescente muito bem elaborada, tensão, terror, violência, tudo entregue no tempo certo. O diretor não entrega tudo de uma vez, ele te conquista e te deixa curioso para ver o que vem a seguir. Jordan traz de forma majestosa um suspense que te faz sentir tudo o que é entregue, e ainda assim consegue entregar uma pitada de humor que satisfaz sem perder o foco da história. Temos uma família em uma péssima situação, invasão residencial e muito medo.

As atuações devem ser notadas, pois todos do elenco entregam o melhor de si. E o resultado é muito satisfatório. Tendo que interpretar “2 personagens” cada ator, o resultado é impressionante. Você percebe a diferença entre os personagens duplos. Cada um atua com excelência e a sincronia do elenco é notável.

Nós - Crítica Sem Spoiler

 

Jordan Pelle sobre o filme:
“Era muito importante pra mim ter uma família negra no centro de um filme de terror. Mas também é importante notar que, ao contrário de Corra, Nós não é sobre racismo. Ao invés disso, é sobre algo que eu acho que se tornou uma verdade inegável. E é o simples fato de que nós somos nossos próprios piores inimigos”, explica Peele.

 

“Eu me dediquei muito para criar uma nova mitologia de terror e um novo monstro. Eu acho que monstros e histórias sobre monstros são algumas das nossas melhores formas de atingir verdades profundas e enfrentar nossos medos como sociedade”, finaliza.

Se você ainda não assistiu ao filme, vale muito a pena, mas assista com paciência e atenção para entender o enredo.


 

Aposto que você irá se surpreender com o final.


Assim como Nós!



O site Omelete traz uma explicação mais detalhada (com spoilers), clique aqui para ler! Talvez você entenda melhor os pontos apresentados no filme.