Joaquin Phoenix teve medo de aceitar viver o palhaço no filme solo do Coringa


 

Joaquin Phoenix teve medo em aceitar o papel de Coringa. O ator, que viverá o palhaço do crime no filme de Todd Phillips, revelou em entrevista ao Total Film que inicialmente teve receio em entrar para o projeto, mas a sensação se tornou positiva e o levou a se dedicar mais:

 

“Levou um tempo [para aceitar]. Agora, quando olho para trás, não entendo por que. Havia muito medo, sim. Mas sempre digo que há o medo motivador e o medo debilitante. Existem medos em que você não consegue dar um maldito passo, e existe o tipo ‘Ok, o que faremos? Isso não é bom o bastante’. E você está cavando mais profundamente. Eu amo esse tipo de medo. Ele nos guia, nos faz trabalhar mais.”


 

Phillips havia afirmado anteriormente que o ator está “confortável” no papel. Phoenix fez uma comparação entre Coringa e os outros filmes de super-heróis, afirmando que o longa do palhaço foi planejado para se aproximar do público e causar emoções na plateia

 

“Acredito que constantemente, nesses filmes, nós temos esses arquétipos simplificados e reducionistas e que permitem ao público ficar distante do personagem, assim como faríamos na vida real, em que é mais fácil rotular alguém como mau para em seguida dizer ‘bem, eu não sou assim’. E ainda assim somos todos culpados. Todos pecamos. E então pensei que há esse filme e esses personagens, em que não seria fácil para você como espectador. Algumas vezes você vai se sentir conectado e torcendo por ele, e às vezes ele vai te causar repulsa.”


 

Coringa - Joaquin Phoenix fala do medo em aceitar o papel

 

Por fim, o ator afirmou que desafiar a si mesmo e aos espectadores não é comum em filmes baseados em quadrinhos:

 

“E gosto da ideia de desafiar o público e desafiar a mim mesmo a explorar um personagem como esse. É raro explorar um papel em algum desses filmes, especialmente no gênero de super-heróis.”


 

TRAILER

https://www.youtube.com/watch?v=621pfj0EfIc

 

A estreia de Coringa está marcada para 3 de outubro no Brasil.