As Five - Spin-Off de Malhação é Apaixonante


Em 2017, a Globo inovou ao trazer uma das temporadas de “Malhação'' de maior sucesso. Ao invés de um casal de mocinhos e vilões para atrapalhar o romance, “Viva a Diferença” dá espaço para cinco protagonistas completamente diferentes uma das outras e que acabam se conhecendo em um momento inesperado: o parto de uma delas no metrô de São Paulo.

Com diversos temas pertinentes a serem discutidos, atuações impecáveis e uma história bem elaborada, a trama ganhou o Emmy de Melhor Série Infanto-Juvenil e, com muitos pedidos dos fãs, ganhou um spin-off em 2020, As Five.


As Five foi lançada em novembro como série original do Globoplay, os episódios foram lançados semanalmente pela plataforma de streaming, uma aposta certeira, por que a cada episódio lançado, a internet ia a loucura comentando os acontecimentos da série. Como estratégia de marketing, um talk show também foi criado para comentar os episódios junto ao elenco principal da série.

O QUE VEREMOS?


A história vai seguir um rumo diferente do que vimos em Malhação, o reencontro das five acontece 06 anos após seguirem suas vidas. Uma para cada lado, agora entrando na fase adulta e tendo que lidar com os conflitos e as responsabilidades que este período exige. Tina (Ana Hikari), acabou de perder a mãe com quem tinha uma relação complicada e é justamente a sua morte o incidente incitante que reúne todas elas.

Keyla (Gabriela Medvedovski), abriu mão do sonho de ser uma atriz de musical para se dedicar ao filho, vemos então um pouco mais dos perrengues de ser uma jovem mãe solteira. Benê (Daphne Bozaski), que convive com a síndrome de Asperger, dentro de um espectro autista, vê sua vida mudar ao se separar de Guto (Bruno Gadiol), que se assume homossexual e acaba indo morar com Lica (Manoela Aliperti), que também terminou seu relacionamento com Samantha (Giovanna Grigio). Lica vivia às custas da mãe e abandonou todas as faculdades que entrou. Hellen (Heslaine Vieira), que se mudou para os Estados Unidos depois de ganhar uma bolsa de estudos, também entra em conflito por conta das suas decisões, além de ficar noiva.


GERAÇÃO Z


Ao longo da temporada as personagens se questionam muito, sobre os seus dilemas pessoais, seus erros e sobre o que buscam e desejam para suas vidas em meio tantas descobertas. Se na novela as temáticas eram debatidas sem pudor mas de forma leve por conta do horário, em As Five tudo é tratado de maneira clara, objetiva e explícita, atendendo às nossas expectativas sobre o que é preciso ser ouvido e visto. Sim, faltam alguns personagens importantes de ”Malhação”, mas isso não afeta em nada o desenvolvimento da trama. Afinal, amigos e amores de ensino médio se perdem e tá tudo bem.

O grande destaque vai para os três últimos episódios. É nele que é reforçado como a geração Z vive em meio a questões de sexualidade, trabalho, raça, redes sociais, relacionamento, e tantos outros assuntos que foram tão bem abordados desde a novela. Cao Hamburguer, autor das duas obras, nos presenteou com uma temporada repleta de questões importantes, com diálogos bem construídos e uma história cheia de representatividade, sem contar o carisma e talento do elenco.

Para o desespero e felicidade dos fãs, a série termina com um final em aberto que nos deixa com um gostinho de quero mais e orgulhosos de uma temporada incrível e apaixonante! Expectativas a mil para a segunda temporada que já foi confirmada.