Cruella é o filme que vai surpreender qualquer pessoa que assistir!

Em meio a diversos remake e live-action (que cada vez mais vem desanimando aos fãs), Cruella foi um filme que despertou pouco interesse nas pessoas, devido ao medo de ser mais uma produção ruim ou sem sentido, com foco apenas em faturamento.

Mundo em Caos - Filme Desperta Curiosidade para Universo de Patrick Ness

Mas posso dizer que o filme é grandioso, seja nas atuações, figurinos ou trilha sonora, que se unem de forma incrível e conseguem entregar um ótimo resultado, sendo um dos melhores lançamentos do streaming Disney +.


ESTELLA / CRUELLA

Cruella sempre foi conhecida através do desenho 101 Dálmatas e até hoje é lembrada após o lançamento do live-action em 1996 sendo representada pela atriz Glenn Close que deu show ao interpretar a vilã.

Agora, no novo filme lançado pelo Disney + conhecemos a história da vilã, desde sua infância até o seu estrelato como Cruella De Vil em uma atuação incrível da atriz Emma Stone, que nos deixa fascinados pela vilã.

O longa inicia-se na década de 70 com a nossa pequena Stella (Tipper Seifert-Cleveland) que interpreta a vilã na infância, onde já nos apresenta os traços e personalidade da vilã. Stella sempre foi uma garota diferente, com imenso interesse por moda, inteligente e completamente contra os padrões que todos gostavam de seguir. Somos apresentados a um cenário que ainda é muito forte nos dias atuais, Stella por ser e pensar diferente não é bem vista pelas pessoas, como se fosse obrigatório a seguir o padrão da época para ser aceito pelos demais.

Rogai Por Nós - Mesmo com falhas, terror funciona e garante bons sustos

Logo percebemos que Stella tem uma dupla personalidade, onde sua mãe sempre pede pra ela não deixar a Cruella assumir o controle das situações.

Surpreendente e empolgante, Cruella subverte expectativas - Emma Stone



Após um fato trágico, a garota precisa fugir e tentar seguir sua vida, e é assim que ela conhece os ladrões Jasper (Joel Fry) e Horácio (Paul Walter Hauser), começando a investir em diversos disfarces para realizar grandes roubos.

Agora, Stella (Emma Stone) precisa decidir entre seguir sua vida de roubos ou aproveitar uma oportunidade para realizar o seu sonho de trabalhar na Liberty (referência de moda na época).


BELEZA QUE ENCHE OS OLHOS

Stella consegue o que mais queria em sua vida, trabalhar ao lado da Baronesa Von Hellman (Emma Thompson) e assim ter uma chance de reconhecimento do seu talento diante a moda. Porém, o que ela não imaginaria é que em seu novo emprego, teria algumas observações que te levaria ao seu passado, sendo possível sua nova chefe ter alguma ligação com a tragédia em sua infância.

E nesse hiato Estella permite que Cruella (Emma Stone) tome conta da situação para conseguir ter respostas e de alguma forma ter a sua vingança. E com o início dessa “guerra” de moda onde Cruella irá fazer de tudo para roubar o brilho que a Baronesa tem, somos completamente hipnotizados pelos looks.

A cada evento que surge no filme, as aparições de Cruella para chamar atenção da Baronesa vai ficando cada vez mais incrível e de tirar o fôlego. Com uma pitada de punk rock, Cruella esbanja moda em figurinos que merecem aplausos de tão perfeitos.

Após a primeira aparição de Cruella onde joga um fósforo em sua roupa e após as chamas estar com um belo vestido vermelho, a vilã não só consegue a atenção total da Baronesa, como a de quem assiste também.


COMBO: ATUAÇÕES E TRILHA SONORA

E se tem uma coisa que merece atenção, são as incríveis atuações de Emma Stone e Emma Thompson.

Por um lado Emma Stone (Cruella) faz um trabalho incrível, ela transmite as emoções que a personagem está sentindo, transmite os motivos das suas atitudes e de forma fabulosa nos mostra Estella e Cruella com traços e feições completamente diferentes, conseguindo conquistar em seus “dois papéis”.

E claro, que também precisamos falar sobre Emma Thompson (Baronesa) que também de forma incrível entregou uma personagem completa. Em cena, sentimos o poder que a Baronesa tem, a elegância, glamour, respeito e também sentimos “medo” da personagem (assim como seus funcionários) quando ela está por perto.

Surpreendente e empolgante, Cruella subverte expectativas - Emma Stone e Emma Thompson

E para completar, não poderia deixar de falar da trilha sonora que completa o filme, completa a história e as atuações perfeitas.

Sabemos que a trilha sonora é ESSENCIAL para um filme e em Cruella eles acertarem em cheio nas músicas escolhidas e apresentadas durante todo o longa. O filme se passa em Londres na década de 70, em um momento onde a música é a moda ganhavam muita relevância, Punk Rock florescendo com a rebeldia.

Eletric Light Orchestra, Florence + The Machine, The Clash, Nina Simone, Blondie e Queen são uns dos sucessos que tocam e completam o filme com uma trilha sonora sensacional.


UM GRANDE PASSO

Todos temos filmes que marcaram a nossa infância, e claro que na maioria das vezes que ficamos sabendo sobre a produção de um live-action dos nossos filmes favoritos, as expectativas sempre são grandes. Mas ao mesmo tempo que nos empolgamos, ficamos com a pulga atrás da orelha com medo de ser apenas mais um filme apenas visado em dinheiro e deixando de lado as histórias que nos comoveram.

Alguns com efeitos especiais incríveis mas nada impactante (O Rei Leão), outros monótonos ou até mesmo "esquecíveis" (Cinderela, A Bela e a Fera, Mogli), e também sentimento de decepção (Mulan), com o lançamento de Cruella o streaming Disney +, mostra que é possível trazer uma história nova de forma incrível, sem apelar e sem perder a essência de personagens que já conhecemos. Um filme que deve ser exemplo para os próximos lançamentos.

Ou então, podemos ter tendência a nos empolgar com histórias sobre violões mesmo.

Em suma, Cruella é um filme incrível, com ótimas atuações e uma trilha sonora foda, mostrando que a Disney acertou em cheio trazendo a história de uma das vilãs mais conhecidas.